sexta-feira, 14 de junho de 2013

i'm completely addicted



Há algum tempo que oiço falar das irmãs Kardashian e da série que acompanha o seu dia a dia, já tenho amigas completamente viciadas na série e na altura não via bem o porquê. Aliás sou daquelas pessoas que custa a pegar numa série e a única que levei realmente a sério foi o Sex in the City (Miss), de resto não consigo terminar uma e não tenho verdadeiramente aquela paixão assolapada por séries televisivas, seja de que ramo for, de qualquer forma confesso que as policiais ainda me fascinam menos.
Nesta estadia curta pelo Alentejo aproveitei-me do facto dos meus pais terem o E channel e comecei então a ver as meninas. Ok, não é algo onde se aprenda muito, e a vida delas é algo realmente maravilhoso, grandes carros, vestidos de alta costura, maquilhadoras particulares, restaurantes fantásticos e sempre a viajar de cidade para cidade. Mas deixando as futilidades de lado, o que me prende é a forma como elas são unidas, como resolvem os problemas umas das outras, como se "engalfinham" e depois fazem as pazes, gosto da atitude das tias com os sobrinhos Mason e Penélope, gosto do apoio que dão à Kloe por não conseguir engravidar, gosto da forma como aceitaram a gravidez da Kim.
Talvez por estar a escassos meses (mês e meio para ser exacta) de ser mãe este tema me afecte tanto, adoro ver a Kourtney com as crianças, apesar de a achar meio exagerada, mas ainda gosto mais de ver a tia Kiki e Koko com o Mason, são verdadeiras tias, verdadeiras segundas mães e adoram passar tempo a cuidar dos sobrinhos. 
Apercebo-me que adorava ter esse tempo de qualidade com a minha irmã, que gostava que ela fosse activa e participativa no crescimento da minha filha, que lhe ensinasse as coisas que ela gosta, que fosse o exemplo de farra e que corresse para os braços dela cada vez que nos encontrasse-mos com tal felicidade que por momentos seria esquecida. O mesmo gostava que se reflectisse nas minhas melhores amigas, que me acompanharam nestes últimos anos, que me conhecem tão bem quanto a palma da mão delas, mas é algo que veremos com o tempo. Eu tive o azar de não ter nenhuma tia ou amiga da minha mãe que estivesse sempre comigo, mas tive a sorte de ter uma tia que mesmo a 300km de mim, sempre me fez esquecer por breves momentos dos meus pais e nessas alturas era só eu e ela, passados 25 anos ainda somos unha e carne, ainda "corro" com um sorriso na cara quando a vejo e por muitos mais anos será assim (espero).
Voltando ao tema Kardashian, estou louca para ver a nova temporada que começa em Julho, onde retrata a gravidez da Kim, a questão é que a minha temporada pela casa dos papás termina já neste Domingo (bem cedo por sinal), resumindo tenho que arranjar uma forma de ver esta nova season.
Meninas que acham de me enfiar na "vossa" casa enquanto estudam? Ahahah.:P

Have fun,
M

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo