quarta-feira, 9 de abril de 2014

Os Altos e os Baixos.

50 Reasons To Be Happy


O post anterior já foi escrito à muito tempo. Tem dias em que me sinto completamente sufocada na vida que tenho, aqueles dias foram o apogeu.
Sempre fui uma pessoa que gostou de ter os seus momentos a sós, hoje apesar de "casada e mãe de filhos" ainda preciso dos meus momentos a sós, momentos com o meu umbigo, momentos para pensar, momentos para deixar a minha mente voar, momentos de mim para mim, momentos egocêntricos. É exactamente na falta destes momentos que entro em desespero, olho à minha volta e vejo que não estou nem perto de conseguir o que ambiciono, e assim, os sonhos acumulam-se e não passam disso mesmo, sonhos.
Depois vem o momento em que se rebenta, em que se consegue exigir uma mudança de pensamentos, e vemos que tenho muito, tenho uma pessoa fabulosa do meu lado, uma filha que a cada dia me dá mais certezas de que fiz o mais certo, e vejo que tenho tempo, que sou jovem e de que a vida muda quando menos esperamos. Quem sabe ainda me sai o euromilhões?
Não é a solução para uma vida feliz, mas seria o início para o meu, o nosso ninho de amor. Entretanto vivamos a vida com o que ela tem de melhor.

Have fun,
M

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo