quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Quem é que passa um dia inteiro de pé?



Depois de 2 meses (amanhã faz dois meses que me tornei aprendiz de bra fiting, um dia falo-vos dessa coisa) a passar 8h por dia de pé, e em que 70% é ficar não só de pé mas a circular num espaço onde não há nada para exercitar os músculos das pernas, sinto que mais 2 meses assim e fico sem pernas para contar "estória" (blhac, palavra feia).
No inicio, doia-me os pés; conclusão, lá foi a boa da M comprar umas pastilhas da Akileine (por acaso até foi o homem, que vendo o desespero da minha pessoa, tomou a decisão de me tentar aliviar), são ótimas, efervescente e com extrato de menta, até em água quente deixam uma sensação de frescura maravilhosa.
Mas as pastilhas não terminaram com a minha saga, nem as pastilhas nem as massagens que o homem me fez, então a boa da M comprou uns sapatos, parecendo confortáveis lá os usei toda lampeira. Assim que os fiz aguentar-me mais de 1h em cima, a palmilha fofinha tornou-se dura que nem c*****, sonsos dos sapatos.
Então decidi "não me levas a melhor e vou comprar umas palmilhas", fofinhas que nem elas, tem sida a salvação dos meus calcanhares doridos e assim venci as dores nos pés.

Sinto picadas nas pernas!#? Varizes#!"? Quê?
E agora?
Nova saga se avizinha...

Have fun,
M

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo